Imprensa

Programa de Restauração de Áreas Verdes em Itamambuca atinge objetivo

Recuperar a diversidade florestal, restaurar a paisagem, condicionar o fluxo de fauna silvestre, criar corredor ecológico, dar mais qualidade e conforto ambiental aos moradores e visitantes de Itamambuca, são os objetivos do Programa de Restauração de Áreas Verdes.

Lançado em setembro de 2011, o Programa tem por objetivo a restauração e conservação da vegetação nativa de Itamambuca, nas áreas de preservação, como Áreas Verdes e Vegetação de Praia (jundu e formação adjacente). Um projeto piloto contempla 6 áreas, sendo que no momento já teve início a recuperação da 5ª área.

O Programa tem como base um Diagnóstico do Estado de Conservação das Áreas Verdes do loteamento, que apontou um alto índice de degradação das áreas verdes por conta do acúmulo de mato, trepadeiras, ocupações irregulares, depósito de lixo, de podas e entulhos.

Iniciativa da Associação Amigos de Itamambuca, a SAI, o Programa tem aprovação da Cetesb, e parceria com a Secretaria Municipal de Meio Ambiente, PGA (Programa de Gestão Ambiental) de Itamambuca, (Associação dos Amigos e Moradores do Recanto da Vila) Samita, Escola de Surf do Zecão e AUS (Associação Ubatuba de Surf). A empresa de consultoria ambiental Agrodrop, que produziu o Diagnóstico, hoje é responsável pela implantação, coordenação técnica e monitoramento do Programa.

Palestras sobre o Programa no III Festival da Mata Atlântica

Acontece no dia 5 de junho, em comemoração ao Dia Mundial do Meio Ambiente, palestra sobre “Técnicas de Restauração Ambiental e Paisagem, na Escola Tancredo de Almeida Neves, às 19 horas, para estudantes do Curso Técnico em Meio Ambiente e público em geral.

E no dia 6 de junho, às 10 horas, acontece uma atividade de Educação Ambiental envolvendo os técnicos da empresa Agrodop, com alunos da Escola Municipal Honor Figueira, alunos da Escola Tancredo, representantes da SAI, do PGA e da AUS. A atividade, que envolve o monitoramento de 100 mudas nativas plantadas há 2 anos atrás, pelos alunos da escola Honor Figueira, na área recuperada do canteiro central da Av. Itamambuca, é aberta ao público em geral.

fonte:www.imprensalivre.com.br


htpp://www.transpiracao.com.br

© 2017 - SAI - Todos os direitos reservados